Eu, Tu e os meus sapatos

um patamar (in)alcançável?

e o baptizado do rodrigo?

é verdade, com a maria também tivemos esta dificuldade. os motivos eram (muito) diferentes, as circunstâncias também. agora a dificuldade é outra e, se hoje, neste exacto momento, me parece quase insolucionável, também sei que amanhã é um outro dia. e que a vida não deixa de nos surpreender resolvendo-se (ou resolvendo-nos).

foram dois anos. dois anos com esta incerteza, com esta dúvida, com esta dificuldade. na época evitava pensar muito nisso e, devagarinho, no coração da maria (e no deles também) o amor ficou tão grande que se via, que era óbvio e sim, foi ela que escolheu os padrinhos dela. de uma forma tão evidente que não havia como não ver.

hoje, esta dificuldade que sinto, não é em si um verdadeiro problema. de todo. os padrinhos da maria limitaram-se a fazer o que eu mais ansiava mas que nem em sonhos acreditava. os padrinhos da maria puseram a fasquia muito alta. neste instante diria que… inalcançável…

por isso, aquilo que hoje digo para mim própria, em jeito de conselho que acalma o coração (e a mente) é o que hoje peço que levem daqui, que compreendam, que vos acalme se for caso disso, que partilhem … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.