Para Cozinhar

Sopa de Cação do Jorge

Tenho muitas memórias do Jorge. O Jorge amigo dos meus pais e um verdadeiro gastrónomo. O Jorge vendedor que corria o pais em trabalho e que ao mesmo tempo aproveitava para conhecer o melhor que a nossa culinária lhe tinha para oferecer.
Além disso o Jorge cozinhava lindamente. Lembro-me de ter comido, preparada por ele, uma maravilhosa sopa de rabo de boi. Se agora me parece bem, imaginem para uma miúda de 13 ou 14 anos ficar deliciada com uma sopa de rabo de boi… Lembro-me de com ele ter pela primeira vez ouvido falar e comido pela primeira vez rilletes, e tenho uma vaga ideia da descrição da preparação demorada. Com ele aprendi a fazer ovos mexidos incorporando a manteiga derretida de novo nos ovos ainda antes de os devolver à frigideira.
O Jorge gostava muito do Alentejo. De comida e vinhos alentejanos, talvez por isso as duas receitas que tenho dele sejam de uma sopa de tomate e desta sopa de cação.
A doença que leva muitas pessoas, levou também o Jorge há já muitos anos. E tenho pena que o Jorge nunca tenha conhecido este blogue e que eu não tenha aprendido mais com ele. Sei que ele teria achado … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.