The Busy Woman and the Stripy Cat

O essencial socialmente

Tenho andado a rever alguns emails de leitores, muito interessantes, onde reflectem e me pedem para reflectir acerca de determinado assunto. Hoje encontrei um email da Ana, que me escreveu o seguinte:

“Como se minimiza pessoas? A sociedade? A Família? Os amigos? Sem magoar e nos afastarmos das pessoas?

Estamos numa sociedade com rotinas festivas, os exagerados almoços domingueiros de família (com muuuita comida e que no mínimo termina ao jantar). As festas de aniversários, festas religiosas e jantares só porque é bom comemorar qualquer coisa…

Como se minimiza estes exageros? Aniversários, exagero de prendas = consumismo = tralha, que muitas vezes são encostadas para um canto qualquer da casa.

Entre os aniversários, festas religiosas, casamentos, baptismos, 1º comunhão, Páscoa, Natal, etc., passamos o ano a festejar a consumir e a gastar dinheiro.

O povo português está constantemente em festas, eu sozinha não vou conseguir mudar isso. Como se faz uma gestão de tempo, disponibilidade e de dinheiros? Eu falo por mim, sinto-me exausta, desde o natal não tenho parado, entre festas, jantares, aniversários, e já a fazer contas para a Páscoa em Abril e comunhões em Maio e Casamentos e Baptizados no verão.

A minha família, os meus amigos, estamos inseridos nesta realidade, … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.