Para Cozinhar

Filetes de Cavala com Salada de Batata e Ovo

Aqui em casa insisto em várias questões a nível alimentar. Muitas frutas e vegetais principalmente de época, nacional e de pequenos produtores locais e/ou biológicos. Utilização de sal marinho tradicional. Leite do dia em detrimento do leite UHT (ou de longa duração). Preferência por ovos caseiros e também a carnes de aves “free range” que tenho a sorte de ter quem me “forneça”. Consumir menos carnes vermelhas e ao fazê-lo preferir carnes nacionais e de origens certificadas, como a carne Alentejana, Açoreana ou Mirandesa. Deixar refrigerantes para apenas de vez em quando (eu tenho um fraquinho por Coca-Cola, deixem-me que vos diga!) e dar preferência a água e sumos naturais. Preferir iogurtes naturais. Diminuir o consumo de peixes de aquacultura. Como diria a minha avó, “cada burro com a sua mania” e estas, são algumas das minhas.
Em alguns casos a escolhas podem ser um pouco mais dispendiosas – como o caso da carne certificada – mas como consumimos mais ocasionalmente não se nota assim tanto. No caso do peixe, evitar comer tantas vezes robalos, douradas e salmão de aquacultura e passar a dar preferência a carapau, cavalas, sardinha, peixe espada e outros peixes menos “nobres”, mas igualmente saborosos, revela-se numa … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.