Mulher XL

Fat shaming não resolve o problema

Já aqui falámos algumas vezes acerca da importância da auto-estima, para levar eventuais desejos de mudança a bom porto.
Mais especificamente, aplicado à perda de peso: quem o decide fazer, deve fazê-lo por si mesmo, e não pelo cartaz que insiste para as pessoas terem o “corpo de praia” (que definem como tal), nem porque as outras pessoas dizem que essa pessoa deveria emagrecer.
Muitas pessoas olham para nós com “excesso de peso” como se fôssemos doentes, coitadinhas, frustradas, que querem emagrecer e não conseguem, e que por não sermos magras, não somos felizes.
Muitas vezes, acredito, a intenção é boa, a de “ajudar”, “aconselhar” , “pensar no melhor para”, no entanto, o que essas pessoas não percebem é que:
1 – a pessoa pode querer ser como é/como está e ser feliz à mesma e não, não tem de ser frustrada por isso; porquê partir logo do princípio que é o contrário?
2 – se a pessoa não se sentir bem assim, e quiser mudar, não é isso que a motivará. Ou melhor, pode até motivar durante algum tempo, mas a longo-prazo não funciona, a pessoa está a mudar pelos outros, e não por si. Para além disto, este … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

Mulher XL

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.