Para Cozinhar

Crepes Estaladiços de Curcuma com Camarão e Bacon

Ontem, primeiro dia de escola com distinção para o António. Não chorou quando me vim embora assim meio escondida enquanto ele estava entretido com um puzzle. Liguei à hora de almoço para saber como estava, e estava tudo bem. Tinha almoçado bem e pela mão dele e não tinha chorado ou chamado pela mãe. Arrisquei e só fui buscá-lo(s) depois do lanche.Disse-me que tinha só chorado quando, soube depois, acordou meio estremunhado a meio da sesta da tarde. E que só nessa altura chamou pela mãe. Ao ver-me, ainda quis(eram) ficar a brincar mais um bocadinho, entre os triciclos e os “cantinhos”. Viemos embora os três. Eu, mãe orgulhosa, com os meus dois pequenos rapazinhos, cada um de seu lado e de mãos dadas com as minhas, a contarem-me as peripécias do primeiro dia de escola, e a atropelarem-se um ao outro para me relatarem tudo o que se tinha passado naquelas horas de separação.Ao chegar ao carro, o António pergunta-me se amanhã volta para a escola. Repondo-lhe com uma pergunta. Se ele queria voltar. Ele faz-me um grande sorriso e diz que sim! Ele e o Zé.Amanhã é capaz de chorar. Ou depois. Ou quando perceber que na rotina … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.