Para Cozinhar

Compota de Courgete e Beterraba com Baunilha

Fazer compotas é algo que me dá imenso prazer. E, durante anos, foi uma tarefa árdua, transformar os quilos de pêssegos, tomates, e ameixas que vinham já tocados e muito, muito maduros da quintinha dos avós, em deliciosas compotas.
Os tempos mudam. Os avós envelhecem e a avó deixa de estar ao nosso lado. E as compotas também mudam… A idade já não deixa o avó tratar do quintal, e a abundância de outrora deixa de existir.
Mas as mudanças, sejam elas quais forem, não fazem mal a ninguém. Obrigam-nos a procurar outras formas de fazer as coisas. Os legumes e as frutas dos avós deixaram de existir, mas passei a ter o meu pedaço de horta, na Terra Fresca. A questão da abundância não se coloca, mas passei a ter um papel mais activo, a escolher as minhas colheitas e sementeiras, a por as mãos na terra.
E passei também a ter outro tipo de hortícolas que me continuam a permitir fazer compotas, algumas bem diferentes daquelas que fazia com o que vinha do quintal dos avós.
Uma enorme courgete que cresceu quase sem eu dar conta e as beterrabas – tudo da minha pequena horta, deram origem a esta compota “original” e … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.