Para Cozinhar

Pavlova de Festa

Dezembro é o mês das festas. Das comemorações. Do natal, do meu aniversário e do final do ano. Há sempre motivo para fazer sobremesas, e experimentar receitas novas para as festividades. De há uns anos para cá, a “rainha” das festas cá por casa tem sido sempre a Pavlova. Apesar de não ter sido “inventada” por nós – é uma guerra de quem a inventou entre Austrália e Nova Zelândia, em homenagem à bailarina Anna Pavlova (e onde o suspiro representa o tutu da fatiota da bailarina) – a pavlova é perfeita para a nossa gastronomia, principalmente em alturas de festas. A nós portugueses que gastamos gemas e mais gemas em pão de ló, leite creme, doce de ovos, arroz doce, aletria, fios de ovos, trouxas de ovos…… E ficamos sempre com as claras. Claro que podemos sempre fazer um Molotov, ou um bolo de claras, mas nada disso tem a imponência de uma Pavlova. É por isso que a acho sempre a rainha das festas, que faz sempre sucesso quando chega à mesa.Por isso, depois do meu aniversário e do natal, é altura de preparar uma imponente pavlova para o final de ano.E aqui fica ela, vestida de festa!
Ingredientes:
4 … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário