Espiritualidade

Oração

fatima

Em 1917, quando o Mundo vivia a Primeira Guerra Mundial, três pastorinhos portugueses presenciaram uma aparição que marcou a História e ainda hoje encanta a Humanidade. Estes três pastorinhos eram ainda crianças, chamavam-se  Lúcia, de dez anos, Francisco, de nove anos e Jacinta, de sete anos.
Conta-se que na Primavera de 1916, enquanto brincavam no campo, os pastorinhos receberam a aparição de um Anjo que os ensinou a rezar pela Paz. Ao longo desse ano, o Anjo voltou a aparecer aos Pastorinhos e a incentivá-los à oração.
No dia 13 de Maio de 1917 Lúcia, Francisco e Jacinta viram aparecer uma Senhora vestida de branco e muito luminosa, que lhes pediu para todos os dias rezarem o terço, de modo a que assim houvesse paz no Mundo.
Nossa Senhora combinou encontrar-se com os três pastorinhos no dia 13 de cada mês, na Cova da Iria. Lúcia, a mais velha, pediu segredo, mas os mais novos não conseguiram guardá-lo. Contaram a outras pessoas aquilo a que tinham assistido e no dia 13 de Julho, por ocasião da terceira aparição, Nossa Senhora prometeu um milagre para que as pessoas acreditassem nas três crianças. Mas a 13 de Agosto, os três meninos foram aprisionados, e não puderam ir à Cova da Iria.
A 13 de Outubro, uma multidão de pessoas encheu o local das aparições e assim presenciou o milagre do Sol, que provou a veracidade destas aparições: a chuva parou e o sol girou três vezes sobre si próprio, lançando feixes de luz coloridos, até parecer despegar-se do firmamento e cair sobre a multidão.
Nossa Senhora deixou a sua mensagem ao Mundo, pedindo que lhe fizessem ali uma capela e que rezassem o terço todos os dias pela redenção dos pecadores. Anunciou que a guerra iria terminar, mas que se o pecado permanecesse entre os momentos viria outra guerra.
A 13 de Maio de 1967, por ocasião do cinquentenário das aparições, o papa Paulo VI foi a Fátima onde se encontrou com a vidente Lúcia.

Oração:
Deus de infinita bondade,
Que nos deste a Mãe do Vosso Filho como nossa Mãe
Concedei-nos que, seguindo os seus ensinamentos
E com espírito de verdadeira penitência e oração,
Trabalhemos generosamente pela salvação do mundo
E pela dilatação do reino de Cristo.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
Concedei, Senhor,
Que o sacramento que recebemos conduza à vida eterna
Aqueles que proclama a Virgem Santa Maria
Mãe do Vosso Filho e Mãe da Igreja.
Por Nosso Senhor.

Parceiro do Portal amulher.com
Centro Maria Helena

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário