Noticias

Mulheres que amam demais

A teoria não é aceite pela psicologia mas a verdade é que há muitas mulheres que se queixam de amar demais.
Os peritos argumentam que não se trata de um síndroma, mas que o sofrimento excessivo pelo amor de outra pessoa encontra explicação em vários motivos.

Ao longo da minha vida tenho reparado que, regra geral, são as mulheres que ficam mais desgastadas com o fim de uma relação.

Sectarismo à parte nunca vi, não conheço nem ouvi falar de homens que quando acabaram uma relação se fecharam no quarto a ver filmes e a comer chocolates. Homens que fizeram centenas de vezes, o caminho do trabalho para casa a chorar no carro até que as lágrimas secassem.

Homens que pediram ajuda aos amigos para perceber onde tinham eles errado. Homens que arcaram com a responsabilidade do fim da relação às costas.

Homens que se esconderam do mundo para chorar a dor. Homens que durante meses a fio fecharam as portas do coração até conseguir colá-lo de novo. Homens que quando se voltaram a pôr de pé tiveram de medo e perderam a coragem para novas entregas.

Homens que se sentiram sozinhos. Homens que nunca mais foram os mesmos.

Será que somos nós que amamos demasiado? Ou será que nós que verdadeiramente amamos?Será a dor no amor uma questão de género?

 

in http://aeiou.expresso.pt

 

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário