Espiritualidade

Sathya Sai Baba, o guru indiano morre aos 84 anos

imagesCAK2DVIW

imagesCAK2DVIWSai Baba foi considerado por alguns fiéis a encarnação de Deus, Baba foi  internado no final de março com algumas complicações respiratórias e renais.

O guru indiano Sathya Sai Baba, um dos mais famosos e influentes líderes religiosos do país, morreu, aos 84 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória. Os ensinamentos de Baba, tinham  um misto de crenças hindus e islâmicas, levaram a que milhões de seguidores em todo o mundo, incluindo importantes líderes políticos, magnatas, artistas e desposrtistas o seguissem. O guru era conhecido por ser gentil, com uma voz dócil e também pelo seu guarda roupa de cores garridas, os seus robes de  tom amarelo-alaranjado e o seu corte de cabelo num estilo semelhante ao “afro”. Baba também tinha a habilidade de fazer surgir do nada objetos como relógios e anéis, algo que muitos céticos consideravam simplesmente truques simples.
Baba nasceu em Puttaparthi em 1926, com o nome de Sathyanarayana Raju. Aos 13 anos, ele que era a reencarnação de um líder religioso do século 19, venerado tanto por hindus e por muçulmanos, com o mesmo nome que viria a adoptar mais tarde. Ao longo dos anos, os fiéis doaram grandes quantidades de dinheiro à entidade mantida pelo guru. Com isto, a sua cidade ganhou uma universidade, um hospital, hotéis e um aeroporto privado, além de um serviço de alimentação para a população mais pobre. Ao mesmo tempo em que ganhava fama pelo trabalho espiritual e de caridade, Baba também se viu envolvida numa grande polêmica. Ele sempre recusou pedidos de cientistas, racionalistas e mágicos para testar os seus “milagres” em ambientes controlados. Manmohan Singh, disse que a morte de Baba era uma “perda irreparável”.“Ele era um líder espiritual que inspirou milhões de pessoas a levar uma vida moral e significativa, mesmo quando elas seguiam a religião de sua própria escolha”,

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário