Noticias

Madonna tem mais uma baixa na equipe de seu filme

É dura a vida de uma popstar que debuta na direção. Que o diga Madonna, atualmente no Sul da França, rodando sua primeira produção cinematográfica , depois de alguns desastres na sétima arte. Seria uma maldição da Duquesa de Windsor, uma das personagens do enredo, que aborda sua relação com o rei Edward VIII, que abdicou do trono inglês para viver o romance proibido?

A atriz Margo Stilley, que faria o papel de Lady Thelma Furness, a amante do rei inglês, é a quinta pessoa a deixar a produção. Precederam-na os atores Ewan McGregor e Vera Farmiga (que interpretariam o rei e Wallis), o produtor David Parfitt (ganhador do Oscar por Shakespeare Apaixonado) e a diretora de elenco Nina Gold.

Todos alegaram ser "muito difícil trabalhar com Madonna", conhecida por sua obsessão por controlar tudo e todos que a circundam. Nos bastidores, há também uma preocupação com a qualidade das falas da película, cujo roteiro foi escrito pela própria popstar e por Alek Keshishian, diretor do filme-clipe Na cama com Madonna.

Pelo menos de uma coisa ninguém pode reclamar: do figurino. O estilista inglês John Galliano, a designer brasileira Daniella Helayel, a joalheria Cartier e o chapeleiro Stephen Jones assinam as roupas e os acessórios de W.E.. O orçamento, bem folgado, ainda prevê tomadas em Paris, onde a duquesa terminou sua vida, Londres, Nova Iorque e Moscou, bem ao estilo jet-setter de Wallis Simpson, cuja frase mais célebre foi: "Uma pessoa nunca é rica ou magra demais".

Enquanto Madonna filmava na França, Jesus Luz se apresentava no Algarve, em Portugal, e os filhos da cantora, Lourdes, Rocco, David e Mercy, se jogavam num parquinho de diversões mixuruca montado na Rue de Rivoli, em Paris. Andaram de bate-bate, trem-fantasma e pularam na piscina de bolas. Depois, seguiram para o Hotel Crillon. A família já voltou para Londres.

 

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário