Saúde & Beleza

Lentes de contacto

lentes

lentes

As lentes de contacto são um grande avanço da tecnologia em relação aos óculos.

Além de melhorarem a aparência , elas corrigem uma boa parte dos erros de refração como miopia, hipermetropia e astigmatismo, proporcionando uma visão de qualidade muito superior à dos óculos. Como elas cobrem inteiramente a córnea, todo o campo de visão é corrigido, ao contrário dos óculos onde se enxerga também por cima, por baixo ou pelas laterais. Após um pequeno período de adaptação, variável de pessoa para pessoa, as lentes são confortáveis e permitem a prática de esportes e atividades físicas.

Mas nem todos os problemas visuais são resolvidos com o uso da lente e nem todos podem usá-las. A lente de contato altera a fisiologia da córnea, podendo tanto curar algumas doenças como provocar outras ao causar deformidades. Além disso, todos os tipos de lentes de contato podem acumular bactérias, sujeiras do meio ambiente, produtos químicos, secreções e detritos da pele e dos próprios olhos. Sem os cuidados necessários de higiene e assepsia, a lente se transforma em um foco potencial de irritação, infecções oculares, ulcerações e até danos permanentes.

Existem dois tipos básicos de lentes: as rígidas e as gelatinosas (hidrofílicas). Ambas são produzidas em inúmeras e diferentes composições de forma a atender aos mais variados problemas de visão. As lentes gelatinosas absorvem água, são muito flexíveis e aderem à superfície da córnea. Elas podem ser descartáveis ou de uso diário. As lentes rígidas são plásticas e não absorvem a água, mas as do tipo rígidas gás-permeáveis, chamadas de RGP, permitem a penetração do oxigénio e são mais confortáveis.

O uso seguro das lentes de contato depende de um acompanhamento do oftalmologista que pode indicar a mais adequada.

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário