The Busy Woman and the Stripy Cat

Implementando o GTD || As ferramentas

O David Allen refere uma série de material de escritório que eu não uso e não tenho. Como faço a maioria do trabalho no computador, não tenho muito papel nem material de escrita.
A gaveta da
Em relação às caixas de entrada, no trabalho tenho dois tabuleiros de papel transparentes. Um diz IN – é, portanto, a caixa de entrada. O outro é onde coloco papéis para guardar ou para digitalizar.

Em casa não tenho tabuleiros de papel, mas sim estas duas caixas. Uma é a caixa de entrada, a outra é onde ponho papéis para arquivar, papéis para digitalizar (eu só guardo em papel aquilo que tem mesmo que ser – o resto é digitalizado), recibos para o IRS e uma capinha que funciona como tickler, mas sem divisórias.
O sistema é simples e tem funcionado. O segredo, claro, é esvaziar com frequência as caixas de entrada que incluem, além desta física, o telemóvel, o email e outros meios por onde recebemos informação.
A agenda… ah, eu adoro agendas e experimentar novos sistemas, novos designs e layouts… Desde julho que estou a usar uma Hobonichi, vinda diretamente do Japão. Adoro o papel, o toque, a qualidade, e tem imenso espaço para … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário