Eu, Tu e os meus sapatos

#foodlover | JNcQUOI

Na Primavera de 2017 eu estava grávida e com as restrições alcoólicas e gastronómicas habituais, por outro lado o JNcQUOI parecia ser só mais um restaurante da berra em ascensão meteorológica à conta das redes sociais e ignorei.

Mas depois a Sandrinha (que faz hoje anos! Parabéns afilhada!!!) disse (muitas vezes) que era espectacular, que tínhamos mesmo de experimentar… E que arrependimento por ter andado tanto tempo a adiar a reserva!

Não tenho a presunção (a ambição talvez) de conhecer a maioria dos espaços de restauração em Lisboa. Mas conheço muitos. E, acho que não estou a escrever nenhum disparate quando digo que fazia falta um JNcQUOI em Lisboa. Fazia mesmo.

Não vou sequer entrar pelos factores altamente diferenciadores – é um restaurante, uma loja de roupa, um bar, tem um balcão Ladurée,… enfim. Não, não é por aí que vou.

No primeiro piso, bem no meio da sala do restaurante, está um dinossauro velociraptor à escala real. As portadas e tectos recuperados. Os jogos de luzes e o mobiliário. Os espelhos e o ambiente. O ambiente. A música. Bem escolhida. Não muito baixa, não excessivamente alta. Os empregados. Escolhidos claramente a dedo. A comida. A comida! Desde o foie gras à burrata, caranguejo … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário