Eu, Tu e os meus sapatos

foi basicamente um cocktail molotov capilar

Primeiro e mais importante: se estão com algum problema relacionado com o vosso cabelo, deixem-de de merdas, mezinhas e o diabo a sete e marquem consulta com o vosso dermatologista.

Segundo, apesar deste primeiro parágrafo, sei que é um assunto que tinha mesmo de abordar por aqui, têm sido muitas as mensagens ao longo dos últimos meses e agora que já tenho resultados visíveis não tinha cabimento permanecer calada.

Vamos lá, por partes.

As causas

Ao contrário do que toda a maioria de vós pensa, a minha queda de cabelo não foi mesmo normal (não que a queda do pós parto seja, mas é expectável). Não foi normal porque foi excessiva quer em quantidade, quer em duração. Aconteceu por três motivos específicos, sendo um deles a gravidez, naturalmente. Durante sensivelmente 8 meses (imediatamente anteriores à gravidez) estive a fazer ininterruptamente tratamentos hormonais e suplementos vitamínicos, ou seja, aquele cabelo maravilhoso que normalmente se tem na gravidez, eu tive não durante 9 meses, mas ao longo de 17 meses… Foram dezassete meses sem perder um único fio de cabelo e com uma cabeleira de fazer inveja às meninas dos anúncios de shampoo. Ou seja, o que não caiu nesse tempo, tinha de cair. Além disto … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário