Sugestões

Festas de Carnaval

carnaval2

O Carnaval é só terça-feira, mas as festas começam já no fim-de-semana. Para ajudar à festa, Ana Dias Ferreira reuniu propostas para todos os gostos: de batalhas electro a arraiais. 
Arraial Montado no Santiago Alquimista
Por esta altura do ano, há um coro de vozes que se costuma levantar contra a tendência desesperada de colar o Carnaval nacional ao brasileiro. Para essas vozes, o Santiago Alquimista tem uma resposta: Arraial Montado. E o que é isso? É um “Carnaval à portuguesa” em que o objectivo é tirar proveito de tudo o que faz parte da tradição lusa: as saias rendadas da avó, o bigode farfalhudo ou o galo de Barcelos. Este ano, o dress code para os lados do Castelo é esse, numa festa que, para além do concerto dos portugueses Laia, tem Davide Pinheiro e Pedro Trigueiro a fazer a viagem pela diáspora musical. Rua Santiago, 19. Seg 22.00. 6€

Electro vs 80’s no Domus

Há uma batalha no Domus Alcântara que opõe música electro aos anos 80, numa festa da Void Creations. De um lado, que é como quem diz num dos pisos, há um nome de peso, cabeça-de-cartaz de qualquer grande festa: o mexicano Silvério, que para além de DJ é performer e promete acabar a noite apenas de sombrero e cuecas. Antes dele há tempo para os Tha Bloody Bastards, dupla de DJs da qual faz parte Nuno Lopes, e para o DJ set dos Bandido$, que estão sempre em forma com o seu electro-house. Tudo isto acontece enquanto, na segunda pista, Gimba – ele mesmo – lidera uma festa anos 80. Das 23.00 às sete da manhã não vão faltar perucas, leggings de leopardo e o som dos Menudo e Duran Duran. Rua Maria Isabel Saint Léger, 12. Sex 23.00. 10€ (pré-venda) e 15€.

Carnaval Super-Herói no Bacalhoeiro

Super-Homem, Homem Aranha, Batman, Hulk, Capitão América, Mulher Maravilha… Na segunda será assim no Bacalhoeiro. Tudo porque a associação resolveu fazer um Carnaval Super-Herói, oferecendo bar aberto até à uma da manhã aos mascarados que vestirem a pele de uma personagem com super-poderes. A música está a cargo dos Bailarico Sofisticado e promete ser divertida, com misturas de ska, reggae e funk. Rua dos Bacalhoeiros, 125. Seg 23.00. 3€. Grátis para sócios e mascarados de super-heróis.

Mega-discoteca no Casino Estoril

Na noite de Carnaval, o Salão Preto e Prata transforma-se numa mega- -discoteca, aos som dos sets dos DJs Pedro Cazanova – conhecido, entre outras coisas, por conseguir misturar house e guitarra portuguesa – e do rei do electro, o norte-americano Felix da Housecat. O tema da festa é “Love & Sin” (o que promete), e há bailarinas e performers à solta pela sala. Praça José Teodoro dos Santos, Estoril. Seg 22.30. 15 € por pessoa com oferta de duas bebidas (até ao dia 14), 20€ por pessoa com oferta de duas bebidas (no dia do evento).

Festa loucos anos 20

Mais uma festa temática para resolver o problema da falta de imaginação das máscaras. No Bar Portas do Sol, o Kretcheu Party’seassons propõe uma viagem aos “Loucos Anos 20", com Johnny e Lady G.Brown a passarem ritmos como o charleston, foxtrot e tango. O dress code, claro, exige vestimentas da época. Miradouro das Portas do Sol. Sáb 22.30. 10€

Festa a dobrar no Maxime

No cabaret mais activo de Lisboa, as comemorações do Carnaval são a dobrar. Logo na sexta-feira, a partir das 23.30, a Roda de Choro de Lisboa mostra porque é que o Carnaval é tão grande no Brasil, com os ritmos frenéticos do Rio de Janeiro – incluindo os clássicos de Pixinguinha, Valdyr de Azevedo e Cia – e a participação da cantora Luanda Cozetti a convidarem ao bailarico e à loucura. Na segunda-feira é a vez d os Irmãos Catita assumirem o seu papel de Reis do Carnaval e transformarem o número 58 da Praça da Alegria num sambódromo onde não vão faltar êxitos como “Drogado” e “Cocaína na Vagina”. Pç da Alegria, 58. Roda de Choro: sexta 23.30, 10€. Irmãos Catita: segunda 23.30, 10€. Abertura de portas é às 22.00.

Grande Festa de Carnaval na Fábrica Braço de Prata

Dá para fazer uma maratona musical na noite de Carnaval da Fábrica Braço de Prata. Tudo porque as quatro salas do espaço vão estar ocupadas com estilos de música diferentes, tudo a fazer a festa. Na Sala Nietzsche há o pop rock dos Corsage a partir das 22.00, na Sala Visconti o chorinho dos Raspa de Tacho às 23.00, enquanto ao lado, na Sala Eduardo Prado Coelho, tocam os Boogie Band. A noite fecha com a world music dos King Mokadi, a partir das 24.00. Rua da Fábrica do Material de Guerra. Seg 22.00. 15€.

Carnaval no Cais no Music Box

No Music Box, a festa começa à uma da manhã de segunda-feira com um concerto de Dr. Bumbo e Prof. Mamado, os chamados “mestres do Afrobiko”. Quando a sala já estiver quente, os Tropical Groovin (compostos por Vinicius Terra, Mike Stellar, Jerry The Cat, Vitor Silveira e Marga Munguambe) apresentam o seu live act, cheio de sons tropicais e funk. E quando já estiver quente, mas mesmo quente, o DJ Mike Stellar ocupa a cabine. Rua Nova do Carvalho, 24. Seg 01.00. 8€ com bebida até 2€.

Roda de Choro no Lusitano Clube – Especial Carnaval

A Roda de Choro bisa este Carnaval, e não é por acaso. Depois da actuação no Maxime, o grupo que tem proporcionado os bailes mais animados de Lisboa toca em casa na terça de Carnaval, ou seja, leva os ritmos brasileiros ao Lusitano Clube. A julgar pelo que lá acontece todas as semanas, quase apostamos que este Especial Carnaval será o mais mexido de todos. Rua São João da Praça, 81. Ter 22.30. 4€.

in Time Out

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário