Eu, Tu e os meus sapatos

É só mais um dia…

São 21h57 e sentei-me há minutos no sofá…

O dia foi bom. Tão bom. (Não são todos?)

Eles adormeceram na minha cama… vou dar mama ao gordo, deitada porque se assim não fosse era contractura semana sim, semana sim, em vez de ser uma de três em três meses (calhou de ser este fim‑de‑semana), ela vem sempre atrás… Quando ele acaba de mamar ela já dorme… O gordo dá três ou quatro pinotes (ou mais), adormece e fecha os olhos (fecha sempre os olhos já depois de ter adormecido).

Estou sentada no sofá. Ao meu lado o boião de Häagen-Dazs… A Netflix à espera que eu me decida… Música ambiente? A máquina de lavar loiça. Tenho de ir fechar a porta da cozinha.

Ele saiu. Quando entrou em casa estava a colocar o tabuleiro do jantar na mesa. Putos de banho tomado. Legumes no forno. Salmão no tacho. Maçãs assadas. Não, não sou a super mulher. Nem quero ser. Tenho é a ajuda de muitas super mulheres. A minha mãe. A minha sogra. A minha avó. A madrinha da minha filha. A minha cunhada. As minhas amigas. E de alguns super homens também.

Hoje apanhei a Maria à porta da natação, carro em segunda … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário