Saúde & Beleza

Demência custa milhões

alzheim

 Os gastos com a demência em todo o mundo vão atingir os 460 mil milhões de euros em 2010 , ou seja, um por cento do PIB mundial, segundo um relatório divulgado hoje, terça-feira, em que se assinala o Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer. Elaborado pelo Instituto Karolinska da Suécia e o King’s College de Londres, o documento estima que este valor deverá duplicar a cada 20 anos.

O número pode aumentar nos próximos anos e os Governos não estão preparados para enfrentar os problemas deste tipo de doença, denuncia o relatório, adiantando que «a escala do custo global da demência é explicável quando se considera que cerca de 0,5 por cento do total da população do mundo vive com demência».

Este número tem tendência a crescer exponencialmente, estimando-se que o número de pessoas afectadas duplique até 2030 e triplique em 2050. Actualmente, cerca de 35,6 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de demência, acrescenta o documento. 
 
Para os investigadores, os custos dos cuidados médicos com estes doentes tendem a ser relativamente altos, sendo mais baixos nos países em desenvolvimento porque há uma dependência muito maior dos cuidados prestados por familiares. 

«Há uma necessidade urgente de desenvolver pacotes custo-benefício de assistência médica e social para atender às necessidades de pessoas com demência e dos seus cuidadores», defendem os investigadores.
  
Nesse sentido, a Alzheimer’s Disease International, que divulgou o relatório, insta os governos a fazerem da demência uma prioridade na saúde e a desenvolverem planos de cuidados de longa duração que antecipem e enfrentem a doença e assegurem a protecção social das pessoas vulneráveis à demência. 

A Alzheimer’s Disease International lembra aos governos as suas obrigações decorrentes da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e do Plano Internacional de Acção sobre o Envelhecimento, nomeadamente garantir o acesso aos cuidados de saúde, e apela aos executivos e aos grandes financiadores para aumentarem o financiamento da investigação da demência.
 
A Associação Alzheimer Portugal estima que existam em Portugal 153 mil pessoas com demência e, dessas, que 90 mil tenham Alzheimer.  

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário