A Familia

Dar um beijo é ser infiel?

beijo_0897A kiss is just a kiss? Na cara, sim – mas tem de ver o que é que esse beijo, realmente, significa!
Dar um beijo é ser infiel?

Se for superficial, sem paixão e simplesmente cortês, então não há problema. No caso duma demonstração de afecto entre amigos, mesmo que seja um chocho debaixo do azevinho, é inocente. Mas entra em águas mais profundas quando um beijo significa mais do que cortesia ou amizade. Por isso, se tem a certeza que se sente atraída pela pessoa que está a beijar, está a tomar uma posição ao avançar. O que é que está a dizer com isto? O que é que lhe está a dizer? O que é que está a dizer ao seu companheiro?

Definir INFIDELIDADE

Há casais que têm relações abertas e são muito felizes com a sua situação.

Mas é aqui que entra a honestidade. As relações abertas baseiam-se no conhecimento; a infidelidade baseia-se em mentiras e engano. Duas formas básicas de infidelidade são: física e emocional.

TRAIÇÃO EMOCIONAL passa por, conscientemente, sair com alguém às escondidas do seu companheiro ou entrar numa situação em que está emocionalmente tão perto de alguém que se apaixona por ele. A traição emocional é vista como menos calculista do que a traição física, mas é igualmente deliberada no sentido em que tem de se libertar antes de se apaixonar por outra pessoa.

TRAIÇÃO FÍSICA significa isso mesmo – beijos, provocação sexual, sexo oral ou, em última instância, sexo bombástico. A maioria das pessoas define, desde cedo, o que considerariam traição e algumas incluem dançar mais juntinho de alguém como uma traição, enquanto outras não acham que beijar outra pessoa seja trair. Mais uma vez, depende de cada um.

DIZER ou NÃO dizer?
Os homens têm maior tendência para acabar uma relação quando descobrem uma infidelidade. Por outras palavras, se quiser salvar a sua relação e tem certeza, a 100%, de que isso não voltará a acontecer, então, por vezes, é melhor não contar.

Contar não alivia a consciência de ninguém, a não ser a sua e se o seu homem não é do tipo de perdoar, então pode vir mesmo a ter que lhe dizer adeus para sempre.

É claro que, em ambas as situações, é necessária muita reflexão da sua parte.

A infidelidade é uma experiência dolorosa, especialmente para a pessoa que é enganada. Descobrir a causa da sua infidelidade é um bom começo, já que vem muitas vezes de estar infeliz com alguma parte da sua vida, mesmo não sabendo qual. O melhor conselho é que, se possível, não o faça. Se houver um problema na sua relação, fale com o seu companheiro e, se não consegue resolver as coisas, talvez esteja na hora de se afastar.

Se quiser apostar noutra relação, irá poupar muitos enganos e mágoas, se for solteira.

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário