The Busy Woman and the Stripy Cat

A vida simples de pessoas reais – Maria José

Voltamos aos testemunhos dos minimalistas…
Não me considero propriamente “minimalista” – mas esta filosofia de vida tem muitos pontos de contacto com a minha/nossa (o meu marido pensa como eu…) forma de estar na vida.

Por “estranho” que possa parecer, chegamos a uma atitude muito próxima do Minimalismo pela tomada progressiva de consciência religiosa… 🙂

A sério: somos católicos convictos – e aos poucos fomos interiorizando que tudo o que tivéssemos “a mais”, de certeza que estaria a fazer falta a Outros, e/ou a prejudicar o Planeta, ou a dificultar o nosso progresso Espiritual.

Assim, decidimos fazer várias opções que são estranhadas socialmente, mas que nos fazem muito felizes!

Reduzimos o nosso guarda-roupa ao mínimo indispensável – cabe tudo, de ambos, num roupeiro e numa cómoda. Tudo mesmo! Roupa de verão, de inverno, de praia, sapatos…

Só temos um carro (e trabalhamos ambos a 30 km de casa sem transportes públicos) – damos boleia um ao outro.

Toda a mobília foi escolhida e comprada em segunda mão – exceto duas ou três peças do IKEA.

Fazemos “auto-produção” (legumes, aromáticas, fruta… No próximo ano, vamos avançar para coisas mais “pesadas”: batatas, cebolas e hortícolas – porque terreno não nos falta)

Temos um menino de 3 anos … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário