Eu, Tu e os meus sapatos

A dias de somar dez anos, a eutanásia como tema do dia.

A dias de somar dez anos, a eutanásia como tema do dia.

A dias de somar dez anos que a minha irmã recebeu o diagnóstico de leucemia. Assim, como vos escrevo aqui. Aos vinte e um anos.

Aos vinte e um anos. Hoje estou a fazer uma frequência, amanhã fico com febre, a febre não passa com antibiótico, volto ao hospital e sou internada de urgência já com órgãos em falência. Dias. Horas. Minutos. Segundos. É esta a fragilidade da nossa vida. E, desenganem-se, não acontece só aos outros.

Lembram-se do que era a vossa vida aos 21? Eu lembro-me. E também me lembro bem de como era a vida da minha irmã aos vinte e um. Aos vinte e um ninguém pensa em doenças ou em morte. Aos vinte e um a nossa preocupação é a época de exames. É a mesada que não chega. É o namorado que já devia ter devolvido a chamada há dez minutos e não devolveu.

Aos vinte e um anos ninguém pensa em doenças, em hospitais, em morte. Não, aos vinte e um ninguém está a escolher a cor do caixão.

Aos vinte e um anos a minha irmã recebeu um diagnóstico assustador. Ainda assim, bastante suavizado pela … Ver artigo completo no Blog

Sobre o Autor

aMulher

aMulher

A equipa de aMulher.com

Deixe o Seu Comentário